Conteudo Skip Navigation Links
Skip Navigation Links
NOTÍCIAS
31-03-2017
Presidente da ARSLVT homologou protocolo assinado entre o CHMT e HDS
O protocolo que materializa a cedência do uso do Bloco Operatório e de uma Enfermaria com 26 camas, da Unidade Hospitalar de Torres Novas, ao Hospital Distrital de Santarém foi assinado esta manhã, 31 de março


O protocolo que materializa a cedência do uso do Bloco Operatório e de uma Enfermaria com 26 camas, da Unidade Hospitalar de Torres Novas, ao Hospital Distrital de Santarém foi assinado esta manhã, 31 de março, pelos presidentes dos respetivos Conselhos de Administração e homologados pela presidente da ARSLVT, Rosa Valente de Matos. Uma sessão que contou também com a presença do presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira.

“Este momento veio demonstrar que esta família, o SNS é uma grande família, está unida para cuidar das pessoas”, afirmou Rosa Valente de Matos, depois de homologado o protocolo, acrescentando estar-se “a fazer um caminho que vai colmatar as necessidades das pessoas”. Rosa Valente Matos sublinhou ainda o trabalho efetuado por todos os profissionais, sem os quais “isto não seria possível. Este é um momento de viragem” afirmou a presidente da ARSLVT.

Carlos Andrade Costa, presidente do conselho de administração do CHMT, agradeceu “a presença da presidente da ARSLVT e todo o acompanhamento e ajuda que deu para que este processo se concretizasse”.

“Estamos a cooperar e o entendimento entre ambas as Instituições é um passo muito importante. Estas duas Casas estão predestinadas a entenderem-se. Estamos ao serviço de uma única população e de um só Distrito. O que nos move é bem servir a população”, salientou o presidente do Conselho de Administração do CHMT,

Dirigindo-se aos profissionais do Hospital de Santarém, Carlos Andrade Costa garantiu que “todos os serviços do CHMT farão o possível para que se sintam em Casa, para quando chegar a hora de partirem sintam saudades nossas”.

José Josué, presidente do Conselho de Administração do Hospital Distrital de Santarém, agradeceu ao CHMT “a solidariedade durante este processo” e a partilha desta “casa durante os próximos 8 meses”.

Governo de Portugal, Ministério da Saúde