Serviços de Apoio

Gestão do Acesso

 

Unidade Local de Gestão do Acesso – ULGA

 

A Unidade Local de Gestão do Acesso (ULGA), é responsável pela Gestão do Acesso aos Cuidados de Saúde e pelo cumprimento dos Tempos Máximos de Resposta Garantidos (TMRG) em cada serviço da instituição. Foi criada em 1 de junho de 2017, dando desta forma cumprimento à Portaria n.º 147/2017 de 27 de abril, sob dependência do Conselho de Administração, tendo por missão prosseguir os objetivos fixados no âmbito do Sistema Integrado de Gestão do Acesso do SNS (SIGA SNS).


Objetivos

Promoção da acessibilidade, celeridade, equidade e humanização dos serviços, sem perder de vista a qualidade, a viabilidade e a sustentabilidade do SNS, garantindo o cumprimento da Carta dos Direitos de Acesso aos Cuidados de Saúde pelos utentes do SNS.


Competências

a) centralizar a gestão de inscritos na Lista de Inscritos para Cirurgia e de Consulta, acompanhando e supervisionando o registo dos utentes na Lista de Inscritos;
b) assegurar o cumprimento das normas aplicáveis ao SIGA SNS e respetivos Regulamentos;
c) assegurar a atualização permanente da informação administrativa e clínica respeitante a cada utente registado na Lista de Inscritos;
d) informar e acompanhar os utentes para esclarecimento de todos os aspetos administrativos relacionados com a sua situação na Lista de Inscritos, incluindo a resposta a sugestões e o encaminhamento das reclamações para as Unidade Regional de Gestão do Acesso (URGA) e Unidade de Gestão do Acesso (UGA);
e) identificar na Lista de Inscritos os utentes sujeitos a transferência para outra unidade prestadora de cuidados de saúde, esclarecendo-os sobre as condições de aceitação da transferência, e supervisionar a receção e o envio dos processos clínicos dos utentes nesta situação;
f) preparar a informação necessária para o planeamento, a gestão e a tomada de decisões relativos à Lista de Inscritos, para distribuição às diversas unidades orgânicas da instituição e para posterior relatório às entidades supervisoras;
g) promover a realização, com todos os serviços envolvidos no processo, de reuniões mensais, para acompanhamento da sua atividade;
h) avaliar e reportar às URGA e UGA toda a informação que seja por estas considerada pertinente, designadamente sobre a capacidade instalada, a capacidade técnica da instituição, produção contratualizada a evolução da Lista de Inscritos;
i) monitorizar mensalmente para a URGA e a UGA os indicadores definidos pelas mesmas;
j) garantir a atualização da informação, a qualidade e a disponibilidade requerida pela plataforma informática do SIGA SNS, de acordo com as especificações emanadas pela UGA;
k) reportar periodicamente as não desconformidades relacionadas com problemas ou falta de registos informáticos.


Contactos:

Telf: 241 360 725 | e-mail: ulga@chmt.min-saude.pt

Alimentação e Dietética

 

COMPETE

  • Garantir o apoio à atividade clínica e realização de consultas em articulação com os Serviços Assistenciais;
  • Instituir e monitorizar o suporte nutricional entérico ou parentérico dos doentes;
  • Garantir o controlo dos Serviços contratados na área que superintende, em regime outsourcing, efetuando reportes regulares do cumprimento e qualidade dos mesmos.

LOCALIZAÇÃO

  • Piso 1 da Unidade Hospital de Abrantes
  • Piso 1 da Unidade Hospital de Tomar
  • Piso 0 da Unidade Hospital de Torres Novas

CONTACTOS

dietatmr@chmt.min-saude.pt

sadietetica@chmt.min-saude.pt

Definição de Auditoria Interna:

A auditoria interna é uma atividade independente e objetiva de avaliação e de consultoria, desenhada para adicionar valor e melhorar as operações de uma organização.

A atividade de auditoria interna auxilia a organização a concretizar os seus objetivos através da abordagem sistemática e disciplinada para avaliar e melhorar a eficácia dos processos de gestão de riscos, controlo e governação.

Objetivo, autoridade e responsabilidade:

O objetivo, autoridade e responsabilidade da função de auditoria interna estão definidos no art.º 17 dos Estatutos dos Hospitais EPE republicados no DL n.º 244/2012, de 9 de Novembro.

O desempenho da atividade de auditoria interna deve garantir a aplicação e o respeito pelos princípios de integridade, objetividade, confidencialidade e competência definidos no Código de Ética dos auditores internos.

A equipa de auditoria desempenha o seu trabalho de acordo com as Normas Internacionais para a Prática Profissional de Auditoria Interna.

Âmbito:

Ao Serviço de Auditoria Interna compete a avaliação dos processos de controlo interno e de gestão de riscos, nos domínios contabilísticos, financeiro, operacional, informático e de recursos humanos, contribuindo para o seu aperfeiçoamento contínuo.

Ao Serviço de Auditoria Interna compete em especial:

  1. Fornecer ao Conselho de Administração análises e recomendações sobre as atividades revistas para melhoria do funcionamento dos Serviços;
  2. Receber comunicações de irregularidades sobre a organização e funcionamento do Hospital EPE, apresentadas pelos demais órgãos estatutários, trabalhadores, colaboradores, utentes e cidadãos em geral;
  3. Elaborar o Plano Anual de Auditoria Interna;
  4. Elaborar, anualmente, um relatório sobre a atividade desenvolvida, em que se refiram os controlos efetuados, as anomalias detetadas e as medidas corretivas a adotar.
  5. Outros trabalhos especiais e pontuais solicitados pelo Conselho de Administração.

CONTACTOS

Tel: 249 810 100 | EXT. 722512

Morada

Unidade Hospitalar de Torres Novas
Av. Xanana Gusmão – Apartado 45 | 2350-754 Torres Novas

 


Comunicação

 

A Comunicação do Centro Hospitalar do Médio Tejo rege-se pelo rigor, clareza, seriedade e bom nome das pessoas e serviços deste Centro Hospitalar.

O Gabinete de Comunicação faz a gestão da informação interna e externa do Centro Hospitalar do Médio Tejo.

Promove os contactos e o relacionamento do CHMT com os seus públicos externos, como utentes, comunidade, parceiros e órgãos de comunicação social.

Este gabinete dinamiza, promove a cooperação e comunicação internas e presta apoio à organização de eventos.

CONTACTOS

Telm: 916639974
Tel: 249 810 110 | EXT. 720506 | EXT. 721007

Morada:

Unidade Hospitalar de Torres Novas
Av. Xanana Gusmão – Apartado 45 | 2350-754 Torres Novas

Gestão da Qualidade

O Serviço de Gestão da Qualidade do CHMT foi criado em 2003 com a finalidade de promover o desenvolvimento de métodos, ferramentas e programas que assegurem a melhoria do desempenho no que respeita a satisfação dos utentes, performance assistencial, eficácia e eficiência organizacional e gestão do risco hospitalar.

Este Serviço funciona como órgão de assessoria do Conselho de Administração e de assessoria e consultoria dos Serviços clínicos e de apoio geral no que respeita à gestão dos processos e melhoria dos cuidados prestados, tendo em vista a implementação de um sistema de gestão sustentável.

O Serviço assegura o desenvolvimento da estratégia de qualidade definida para o CHMT nas áreas de Certificação de Serviços, Acreditação Hospitalar, Gestão do Risco e Segurança do Doente, Auditorias Internas e Benchmarking Hospitalar.

Política de Qualidade


Serviços Certificados

Serviço Âmbito da Certificação
Nefrologia
  • Internamento
  • Consulta Externa
  • Ensino e Formação sobre as opções terapêuticas de substituição da função renal
  • Técnicas Depurativas (Hemodiálise, Hemofiltração, Plasmaferese, Hemoperfusão e Diálise Peritoneal) e Centro de Acessos Vasculares para hemodiálise
  • Apoio Nefrológico interno e externo
  • Centro de acessos vasculares para Hemodiálise e Tratamento Médico Conservador da Doença Renal Crónica estádio 5
Imuno-hemoterapia
  • Colheita de sangue, processamento, análise, armazenamento, controlo de qualidade de componentes, distribuição e disponibilização de eritrócitos, eritrócitos desplasmatizados, pool de plaquetas, plasmas de quarentena e pool de crioprecipitados de quarentena
  • Medicina transfusional clínica e laboratorial para Instituições de Saúde, de transfusões de componentes homólogos e autólogos e hemoderivados
  • Diagnóstico e monitorização terapêutica de doentes na área laboratorial dos vírus das hepatites A, B, e C, VIH e da sífilis: pesquisa de antigénios e anticorpos, quantificação de ácidos nucleicos e imunofenotipagem de populações linfocitárias
Esterilização
  • Receção
  • Descontaminação
  • Esterilização
  • Distribuição de Dispositivos Médicos
Psiquiatria
  • Internamento
  • Hospital de Dia
  • Urgência
Unidade de Cuidados Paliativos
  • Internamento
Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente
  • Internamento em Cuidados Intensivos e Intermédios
Obstetrícia
  • Bloco de Partos (parto eutócico e distócico)
  • Internamento de Puérperas
Unidade de Neonatologia
  • Internamento
  • Consulta Externa
  • Urgência
Emergência Pré-hospitalar (SIV e VMER)
  • Estabilização do doente crítico
  • Acompanhamento médico e não médico no transporte para a unidade de saúde
Patologia Clínica
  • Colheita de produtos biológicos
  • Transporte de amostras
  • Receção de produtos biológicos
  • Processamento de amostras
  • Avaliação de interna e externa da qualidade
  • Processo de validação e entrega de resultados nos setores de Hematologia, Imunoquímica e Microbiologia
  • Consulta de hipocoagulação oral
Unidade de Diabetes e Obesidade (UDO)
  • Consulta
  • Hospitais de Dia
Serviço de Instalações e Equipamentos
  • Gestão de Redes de Águas Quentes e Frias Sanitárias em Circuito Aberto
  • Sistemas Produtores de Aerossóis
Serviço de Pneumologia
  • Laboratório de Estudos do Sono
  • Consulta Externa
Unidade de Hospitalização Domiciliária (UHD)
  • Admissão e transferência para a UHD
  • Internamento


Gestão do Risco e Segurança do Doente

Em paralelo com os projetos de Certificação e Acreditação, o Serviço de Gestão da Qualidade é parceiro na Gestão do Risco, uma atividade que pretende dar resposta às políticas internacionais de segurança dos doentes. Neste âmbito são desenvolvidas atividades nas seguintes áreas: controlo de infeção, procedimentos cirúrgicos, da gestão de eventos com medicação, quedas e úlceras de pressão.

Cultura de Segurança

O CHMT tem dedicado especial atenção a quatro vetores no âmbito da segurança do doente: Redução do erro associado à medicação, Promoção da Cirurgia Segura Salva Vidas, redução do erro associado à transfusão e redução da Infeção associada aos cuidados de saúde.

Contactos

Email: qld@chmt.min-saude.pt

Localização:

Piso 0 – Unidade Hospitalar de Torres Novas
Av. Xanana Gusmão – Apartado 45 | 2350-754 Torres Novas

Gestão de Doentes

 

O Serviço de Gestão de Doentes é transversal ao Centro Hospitalar do Médio Tejo, articulando-se com os serviços de ação médica nas áreas de urgência, internamento, consulta, hospital de dia, meios complementares de diagnóstico e terapêutica, e com serviços de apoio geral nas áreas de receção e central telefónica.

São funções deste serviço, entre outras:

  1. Assegurar a definição, a uniformização e a monitorização dos procedimentos de registo de atividade assistencial, no sentido de promover a melhoria contínua da qualidade da informação e a otimização do ciclo de receita e da eficiência operacional.
  2. Atendimento e encaminhamento dos doentes, nas áreas assistenciais, e realização de todos os procedimentos e registos necessários à produção de informação assistencial e faturação.
  3. Coordenação do circuito de relatórios e demais informações clínicas solicitadas pelos utentes e entidades, ao abrigo da legislação aplicável em vigor.
  4. Manutenção do arquivo clínico, dos processos clínicos e restante documentação de cariz clínico e administrativo, cujos normativos legais exijam que seja mantida na instituição por determinado período temporal.
  5. Supervisionar, planear, programar e avaliar o trabalho desenvolvido pelas equipas administrativas, alocadas às áreas assistenciais;

CONTACTOS

CENTRO HOSPITALR MÉDIO TEJO E.P.E
Av. Maria de Lourdes de Mello e Castro 2304-909 Tomar
EMAIL: sgd@chmt.min-saude.pt

Horário de atendimento: de 2.ª a 6.ª das 9h às 18h

Abrantes: Tel. 241 360 719 Fax: 241 360 713

Tomar: Tel. 249 320 100 Fax: 249 320 182

Torres Novas: Tel: 249 810 120 Fax: 249 810 121

Gestão de Recursos Humanos

 

COMPETE

  • Assegurar o cumprimento da legislação vigente, no âmbito da definição e implementação da mesma;
  • Garantir a elaboração de propostas relativas à política de recursos humanos, nomeadamente recrutamento, seleção e contratação, sistema de avaliação de desempenho, formação profissional, carreiras e remunerações;
  • Controlar a assiduidade dos profissionais, assegurando o registo do mesmo no sistema de informação;
  • Garantir atualização do cadastro dos colaboradores;
  • Garantir o processamento dos vencimentos, remunerações acessórias e respetivos encargos;
  • Gerir o quadro de pessoal da organização, nas suas vertentes pública e privada, garantido a execução de todos os procedimentos administrativos necessários, do recrutamento à aposentação;
  • Garantir anualmente o diagnóstico de necessidades deformação junto dos colaboradores procedendo à elaboração de proposta de plano de formação, devidamente orçamentado;
  • Garantir o cumprimento do plano de formação;
  • Organizar e coordenar os dossiers pedagógicos, em articulação com a Unidade de Gestão Financeira, com vista à obtenção de financiamento comunitário para as ações a desenvolver;
  • Garantir reportes estatísticos relativos à área de recursos humanos.

LOCALIZAÇÃO

  • Piso 0 da Unidade Hospital de Torres Novas.

CONTACTOS

Telefones: 249 810 128 | 249 810 103

E-mail:

rh.chmt@chmt.min-saude.pt

recrutamento@chmt.min-saude.pt

Gestão Financeira

 

O serviço financeiro tem a responsabilidade de comunicar todas as questões relacionadas com as operações financeiras do CHMT. As suas responsabilidades incluem o desenvolvimento de sistemas e processos que assegurem o recebimento e pagamento, em tempo oportuno e a educação do pessoal nas políticas e procedimentos, de forma a assegurar o controlo financeiro. O serviço financeiro também é responsável por garantir a disponibilização, em tempo oportuno, da informação e garantir a veracidade e precisão da informação disponibilizada aos utilizadores.

COMPETE

  • Gerir a tesouraria e aplicar os saldos disponíveis, nos termos das orientações do órgão de gestão;
  • Elaborar o orçamento, nos termos definidos pelo Conselho de Administração, e acompanhar a execução orçamental;
  • Realizar as operações de abertura e encerramento e prestação de contas;
  • Elaborar a informação económica e financeira para os fins internos e externos, dando cumprimento aos deveres de informação periódica, nos termos da lei;
  • Proceder à faturação ao Serviço Nacional de Saúde e terceiras entidades, dos serviços prestados pelo CHMT;
  • Dar cumprimento às obrigações fiscais da organização;
  • Participar na execução de todos os projetos que beneficiem de financiamento externo, independentemente da sua origem, em estreita articulação com os demais serviços da organização;
  • Proceder à contabilização dos documentos de receita e faturação de todos serviços prestados;
  • Proceder à emissão e contabilização e controlo dos documentos de despesa e respetivo pagamento;
  • Elaborar e manter atualizada a contabilidade analítica;
  • Proceder ao cálculo e controlo dos fundos disponíveis, emitindo os compromissos da despesa;
  • Procedimentos inerentes ao contencioso associado à prestação de serviços a utentes e clientes, nomeadamente respostas a Tribunais, apoio ao Gabinete de Advogados e tratamento de devolução de faturas;
  • Centralizar o processo de conferência de faturas de fornecedores de serviços, conferindo-as diretamente ou garantindo a sua conferência com o apoio de outros serviços.

LOCALIZAÇÃO

  • Piso 0 da Unidade Hospital de Torres Novas

CONTACTOS

Telefones:

  • Receita: 249 810 144
  • Despesa: 249 810 115
  • Analítica/Conferência: 249 810 163

E-mail:

financeiro@chmt.min-saude.pt

Gestão Logística

 

Dado o volume, complexidade técnica e formal dos processos de aquisição de bens e serviços torna-se necessário ao CHMT dispor de meios afetos exclusivamente a realização destas atividades, libertando os serviços assistenciais dessas tarefas, permitindo em simultâneo a sua estandardização e homogeneidade no seu controlo.
Neste sentido a finalidade do Serviço de Logística encontra-se na prestação de serviços internos, devendo centrar a sua atividade no respeito por uma lógica de cliente (Os Serviços Assistenciais) fornecedor (O Serviço de Logística).
A organização do Serviço de Logística desenvolve-se no sentido de responder a dois grandes desafios:

  • Garantir a aquisição de bens e serviços que melhor respondam às necessidades expressas pelos Serviços do CHMT no respeito pelas regras da contratação pública e do princípio do maior benefício económico.
  • Garantir a distribuição interna de produtos de acordo com a periodicidade e quantidades necessárias à realização das atividades dos serviços do CHMT.

Contactos

Email: aprovtn@chmt.min-saude.pt
Fax: 249 810 143

Instalações e Equipamentos

 

O Serviço de Instalações e Equipamentos tem como missão, a implementação de uma estratégia/programa de manutenção e monitorização que garanta o funcionamento das instalações e equipamentos do C.H.M.T. de forma segura e funcional, de acordo com as normas, regulamentos e legislação em vigor, de modo a proporcionar a segurança e qualidade dos cuidados prestados ao doente, assim como às famílias, profissionais e visitantes.

Compete ao Serviço de Instalações e Equipamentos, entre outras, as seguintes funções:

  1. Garantir a manutenção geral das instalações exteriores e interiores;
  2. Elaborar pareceres de viabilidade de obras de remodelação e/ou ampliação, fiscalizando-as na fase de execução e equipamento;
  3. Planear um conjunto de atividade que visem a gestão racional dos recursos energéticos, propondo soluções ao Conselho de Administração, sempre que se justifique, de novas formas de produção de energia, e bem assim zelar pela otimização dos recursos existentes e pugnar pelas soluções técnicas que garantam o melhor custo – benefício;
  4. Introduzir medidas de gestão ambiental, monitorizá-las e, sempre que necessário, aplicar as respetivas correções;
  5. Garantir a operação, manutenção preventiva e curativa das instalações técnicas – elétricas, mecânicas, eletromecânicas, telecomunicações, entre outras – bem como, a gestão da eletricidade, água, fluidos e demais instalações técnicas e especiais, que não sejam da responsabilidade de uma terceira entidade;
  6. Acompanhar o ciclo de vida dos equipamentos, desde a aquisição até ao seu abate, através da definição e estabelecimento de especificações e do planeamento de reparações ou substituições, em estreita colaboração com o Conselho de Administração;
  7. Garantir a operação, manutenção preventiva e curativa dos equipamentos de electromedicina, que não sejam da responsabilidade de uma terceira entidade;
  8. Assegurar a limpeza e manutenção do perímetro hospitalar;
  9. Garantir o cumprimento da legislação em vigor na área de segurança, higiene e saúde no trabalho.
  10. Efetuar a gestão do imobilizado, elaborar e manter atualizado o inventário dos bens de domínio público sob administração do C.H.M.T., bem como de outros bens que não sejam de sua propriedade mas cujo uso lhe esteja afeto.

Planeamento e Controlo de Gestão

 

O Serviço Planeamento e Controlo de Gestão é um órgão de apoio técnico ao Conselho de Administração, na definição do planeamento estratégico e operacional do Hospital e no controlo da sua execução.

O Serviço Planeamento e Controlo de Gestão tem as funções de:

  • Elaborar o plano anual e plurianual de atividades;
  • Preparar o processo de negociação com a entidade contratualizadora do Ministério da Saúde, na definição da atividade assistencial;
  • Preparar e acompanhar o processo de contratualização interna com os diversos serviços assistenciais;
  • Monitorizar o cumprimento das metas contratualizadas externa e internamente;
  • Disponibilizar instrumentos de gestão que permitam medir o grau de cumprimentos dos indicadores de performance instituídos;
  • Reportar atempadamente aos diversos interlocutores externos as obrigatoriedades de informação, nomeadamente aos órgãos do Ministério da Saúde e Ministério das Finanças.


Localização:

Piso 0 da Unidade Hospital de Torres Novas
Av. Xanana Gusmão – 2350-754 Torres Novas

Serviço Farmacêutico

 

O Serviço Farmacêutico do CHMT, à semelhança dos restantes hospitais, possui um papel de relevo nos cuidados de saúde prestados pela instituição. Numa visão de otimizar estes cuidados, através da seleção das melhores práticas, mas também no sentido de rentabilizar os recursos disponíveis, o Serviço de Farmácia iniciou o desafio de centralizar 3 serviços, no ano 2012, sem comprometer o nível de prestação do serviço anteriormente prestado.

Presentemente, novos recursos, em parceria com uma área de conhecimento de elevada especialização e exigência, envoltos por um robusto e detalhado processo de logística, trabalham em estreita articulação para a entrega do medicamento certo, no local e momento certo, qualquer que seja o serviço e/ou unidade.

Assim, no sentido de complementar a prescrição eletrónica, existente desde 2007, no Centro Hospitalar, atualmente, os profissionais da Farmácia recorrem na farmácia central localizada em Abrantes, a um dispositivo semiautomático rotativo vertical, para apoio à distribuição dos medicamentos quer em Distribuição Individual Diária em Dose Unitária, ou para preparação dos Armazéns Avançados dos serviços.

Estes automatismos, para além do aspeto de racionalização de tempo e recursos, aumentam a eficácia e segurança dos processos, reduzindo os erros na medicação.

O Serviço Farmacêutico tem reforçado a sua intervenção na área do ambulatório hospitalar, aberta nas três unidades, procurando aproximação dos utentes – distribuição de medicamentos exclusivos a nível hospitalar, para patologias crónicas, área que assume uma importância crescente, pelo impacto económico e na saúde pública.

A Farmácia procura ainda uma constante gestão racional e segura do medicamento pela sua intervenção na área da informação do medicamento e pela participação nas diversas Comissões, de Farmácia e terapêutica, de Controlo de infeção, ou pela promoção de programas de Farmacovigilância – monitorização dos efeitos adversos dos medicamentos.

A Farmácia de Centro contribui ainda para a I&D, através da sua participação em ensaios clínicos autorizados pelo Infarmed. Tem complementado ainda a formação de muitos jovens pré-licenciados.

Tendo atingido um elevado grau de maturação do conjunto dos seus processos, a Farmácia visa neste momento a sua certificação.

O Serviço Farmacêutico tem como missão a constante otimização da gestão do seu principal recurso – o medicamento, através duma revisão e melhoria contínua e sistemática de todos os processos que envolvem o medicamento, de forma a garantir e promover o seu uso mais eficiente e seguro, numa abordagem de custo-efetividade, procurando acrescentar valor à instituição e ao próprio utente.

Contactos

Email: farmacia@chmt.min-saude.pt
Torres Novas: tel/fax: 249810136
Abrantes: tel/fax: 241360775
Tomar: tel: 249320171 / fax: 249320178

O horário de atendimento em ambulatório é das 10h00 às 17h00

Serviço Social

 

O Serviço Social Hospitalar integra as equipas multidisciplinares colaborando com os diferentes técnicos no processo de tratamento, reabilitação e readaptação da doença, através do acompanhamento do doente e sua família.

O seu papel insere-se nos objetivos gerais dos Serviços de Saúde, que são: promover, prever, recuperar e reabilitar a saúde.

A ação do Serviço Social visa detetar os fatores psicossociais que, interferindo na doença, podem dificultar a cura e reabilitação.

Focaliza a sua intervenção no relacionamento das pessoas com o meio que as rodeia, tendo como princípios fundamentais os direitos humanos e justiça social.” (FIAS, 2000)

O Serviço Social contribui para a humanização dos serviços, assumindo na equipa multidisciplinar de Saúde um papel ativo, tendo em vista a reintegração social do doente após a alta clínica.

Avalia as implicações que resultam do estado de doença para os doentes e suas famílias e faz a articulação com a rede de recursos comunitários para ultrapassar e minimizar as situações de desvantagem social.

O serviço social faz a mediação entre o doente/família e o hospital para um planeamento de alta eficaz.

Contactos

  • Unidade de Abrantes – 241 360 701
  • Unidade de Tomar – 249 320 120
  • Unidade de Torres Novas – 249 810 168

Atendimento Geral – de Segunda-feira a Sexta-feira das 09h00 às 17h00

Urgência médico cirúrgica CHMT – de Segunda-feira a Sexta-feira das 09h00 às 17h00

Urgência Tomar – de Segunda-feira a Sexta-feira das 09h00 às 17h00

Urgência Torres Novas – de Segunda-feira a Sexta-feira das 09h00 às 17h00

Gabinete do Cidadão – de Segunda-feira a Sexta-feira das 09h00 às 17h00

Sistemas de Informação

 

O Serviço de Sistemas de Informação é responsável por providenciar as estruturas tecnológicas e os mecanismos necessários para recolher, guardar e recuperar a informação para o desempenho da atividade dos profissionais e para a segurança do utente.

Compete ao Serviço de Sistemas de Informação as seguintes funções:

  • Colaborar na definição de políticas conducentes ao desenvolvimento permanente dos sistemas de informação e comunicação, de forma a garantir a sua adequação aos objetivos do CHMT;
  • Planear, gerir e implementar projetos no âmbito dos sistemas e tecnologias de informação;
  • Garantir o desenvolvimento de sistemas de informação internos à instituição;
  • Configurar, instalar e manter de forma adequada as infraestruturas de rede de comunicações, as aplicações e o equipamento informático;
  • Garantir um desenvolvimento integrado dos sistemas e tecnologias de informação;
  • Participar no desenvolvimento e introdução de tecnologias da área na Instituição;
  • Gerir os contratos de manutenção dos equipamentos e das aplicações informáticas;
  • Definir e implementar procedimentos na área de sistemas e tecnologias de informação;
  • Apoiar o utilizador na exploração das aplicações informáticas;
  • Dinamizar e promover ações de formação para os utilizadores, de acordo com as aplicações existentes;
  • Implementar os mecanismos necessários de segurança do sistema informático e promover auditorias periódicas à utilização de sistemas e programas informáticos;
  • Assegurar a manutenção e segurança da informação.

CONTACTOS